Las Coloradas 1

Las Coloradas, México

As Lagoas Cor-de-Rosa do México

Quando você escuta a palavra “México”, talvez algumas das lembranças que lhe vem a memória sejam os resorts de Cancun, Cenotes e os shows na boate Coco Bongo. Estou certa? Pois agora, uma das atrações que você pode também guardar na memória e, se possível, colocar no roteiro de viagens ao se programar para conhecer Cancun ou a Península de Yucatán é visitar as lagoas “cor-de-rosa”: Las Coloradas.

Para conhecer as Las Coloradas, nos programamos para sair da cidade de Valadoli, onde ficamos hospedados por 2 dias e aproveitamos para conhecer Chichen Itza, uma das 7 maravilhas do mundo moderno. Fizemos dessa forma pois saindo de Valadoli o destino ficava a 110 km, enquanto que saindo de Cancun o destino ficava a 280 km.

As Las Coloradas inicialmente não estavam programadas em nosso roteiro, pois nas pesquisas pela internet não havíamos visto essas lagoas cor-de-rosa como sugestão de destino. Fui só conhece-las navegando por fotos do México no Instagram. Acabamos adaptando o nosso roteiro para conhecer esse lugar tão diferente e exótico.

Chegamos no local no final da manhã. O sol estava à pino e o calor era forte. Logo ao estacionar o carro, fomos abordados por um dos guias que estavam na porta de entrada dessas lagoas. O custo da entrada no local incluía o auxílio do guia. Não lembro ao certo o valor, mas foi barato e não havia outra forma de entrar no local sem a presença deles.

Esse guia nos acompanhou pelo passeio, explicando um pouco da história do vilarejo (que fica próximo as lagoas), o motivo da coloração rosa (que é devido a presença de microorganismos e plânctons combinados com a salinidade da água) e sobre os flamingos que vivem por lá atraídos pelo alimento.

Ficamos ainda por um tempo tirando fotos, curtindo o contraste do céu azul e as lagoas rosa, observando ainda um flamingo solitário mais próximo de nós que se alimentava colocando sua cabeça dentro do grande lago rosa.

No final desse passeio, pedimos ao guia para nos levar a algum banheiro disponível pela comunidade. Havia um na casa de uma mulher em uma distância de aproximadamente 300 metros da entrada das lagoas. O vilarejo é bem pequeno e apenas essa casa e mais uma que ofereciam o banheiro aos visitantes. O banheiro era dentro da casa: tínhamos que passar a varanda e a sala para chegar nele. Enquanto ela nos recebia e cobrava o valor da utilização, a comida estava sendo preparada no fogão e uma criança de colo brincava na sala. A casa era bem colorida e no padrão cultural das casas mexicanas.

Aproveitamos a oportunidade de estar naquela casa para registrar algumas imagens de algo que para nós era bem curioso e que já tínhamos notado em toda Valadoli e em pequenas cidades da região. Os nativos possuem uma estatura bem abaixo da nossa. Bem abaixo mesmo. E isso acaba se estendendo para o tamanho das casas, camas, janelas e portas. A foto abaixo mostra meu marido na porta do banheiro dessa casa. Se aqui no Brasil, o padrão é 2,10 lá provavelmente era 1,60 ou 1,80 mts no máximo.

Saíamos das Las Coloradas com a boa sensação de ter ido a mais um lugar que surpreendeu pela beleza. Certamente um destino que não pode ficar de fora de uma boa e longa viagem pela região da Península de Yucatán.